Anónimo a 5 de Maio de 2005 às 22:25
Olá Pedro.
Andei a passear pelo teu blog. Já te tinha dito que gostei do pouco
que tinha lido...Depois deste passeio, reafirmo uma vez mais, que
gostei. Gosto. Muita simplicidade, por aqui.
Fiquei mais "informada" sobre a tal obra. Espero que a mesma continue
a correr em alta.
Até uma próxima.
Desculpa estar a comentar aqui neste post , mas no do Calvin, não
consegui, vamos lá ver se por acaso aqui consigo.
carlag
(http://ofilmerevelado.blogspot.com)
(mailto:revelacoes@gmail.com)

Anónimo a 28 de Abril de 2005 às 14:29
Não senti que tivesses que fluir nada a contragsto quando eu te conheci... "Vibras com a delicadeza com que uma imensidão de dedos te tocam só para mostrares esse toque sedoso que só tu sabes ter." O meu amor por ti sente-se pequeno diante de uma frase destas...Stela
</a>
(mailto:cla@clau.pt)

Anónimo a 28 de Abril de 2005 às 01:04
Fico sempre fascinada com os teus .....dilhos :) Perfeito, esse betão citadino nos teus pensamentos... Adoro quando divagas, Pedro querido :) Um beijo enorme :)Carla
</a>
(mailto:cferreirapedro@sapo.pt)