Anónimo a 16 de Junho de 2005 às 18:50
Colocas questões muito pertinentes... No caso do jornalismo, sempre gostei de terminar com frases fortes, por mais que me dissessem que isso não respeita a teoria da pirâmide invertida (no topo os dados mais fortes e depois vai diminuindo a importância dos mesmos). Mas eu acho que ler uma peça é como ler um livro. A última frase tem que nos provocar algo. Um 'Ah', seja que 'ah' for :) Capricho? Não creio. É por isso que somos únicos. Seria um mundo muito aborrecido se todos fizessemos as coisas da mesma forma. No caso de quem te fez aquela pergunta em relação à sala, penso que deste a melhor resposta. Há coisas que não podemos ser nós a decidir pelos outros, senão qualquer dia não somos nem pensamos como seres individuais mas como achamos que os outros querem que nós sejamos e pensemos. Um beijo enorme :)Carla
</a>
(mailto:cferreirapedro@sapo.pt)

Anónimo a 15 de Junho de 2005 às 13:22
Passei pa desejar um resto de boa semana...Beijo!Patrícia
(http://www.osoldatuaalma.blogs.sapo.pt)
(mailto:crazyflower1703@hotmail.com)